Artigos

Os benefícios das emoções positivas

Por Cristina Motta

Há 621 dias | 2 comentários

para colocar no site 1

Os benefícios das emoções positivas

*Cristina Motta

A Psicologia Positiva  busca trabalhar com o que com o que há de certo com as pessoas, e , dentro do pilar experiência subjetiva, aumentar a frequência e a intensidade das emoções positivas é um dos alvos.(SELIGMAN, 2011)

Segundo a pesquisadora Barbara Fredrickson (2009), “a primeira verdade essencial sobre as emoções positivas, é que elas abrem nossos corações e mentes, tornando-nos mais receptivos e mais criativos”. A autora que formulou a teoria de “ampliar e construir”, na qual propõe que , ao contrário das emoções negativas, que limitam as ideias e possíveis ações, as emoções positivas ampliam nossa cognição, permitindo que tenhamos um forte incremento de pensamentos e ações. Em outras palavras, há uma maior clareza mental,  o pensamento flui livremente , as ideias chegam,e fica muito mais fácil partir para a ação e resolver problemas. Enquanto a positividade aumenta nossa flexibilidade e nos coloca numa espiral ascendente de emoções positivas, a  negatividade e até mesmo a neutralidade limitam nossa visão do mundo.

Existe uma grande variedade de emoções positivas: alegria, gratidão, serenidade, esperança. admiração,  amor, diversão, etc. E o impacto de cada uma delas pode ser  diferente para cada pessoa.

Obviamente, não podemos eliminar as emoções negativas, que também são fundamentais e  tiveram importante função evolutiva, permitindo a sobrevivência de nossos ancestrais, e consequentemente, o fato de estarmos aqui hoje.  No entanto, segundo Hanson (2015), nesse processo, nosso cérebro desenvolveu um viés negativista, que faz com que ele funcione até hoje  como um velcro para as emoções negativas e como  teflon para as positivas, ou seja, retemos as experiências negativas e muitas vezes não valorizamos as coisas boas que nos acontecem e as esquecemos com facilidade.

Mas, queremos e podemos ter um melhor balanço entre emoções positivas/ negativas, já que,  a segunda verdade sobre as emoções positivas é que elas nos transformam para melhor, pois nos ajudam a construir habilidades. Quando nos sentimos bem, construímos novas habilidades para o futuro. Um bom exemplo é que aprendemos melhor quando estamos otimistas e interessados.

Fredrickson(2009), baseada num modelo matemático de Marcial Losada, propõe que procuremos desenvolver  uma relação de 3/1, isto é, três emoções positivas para cada emoção negativa. Esse seria o quociente de positividade a partir do qual as pessoas começariam a florescer. E, no caso de relacionamentos de casais, a proporção seria mais desafiadora, chegando a 5/1, exigindo um esforço adicional dos casais para neutralizarem as experiências negativas.

Ajudar o cliente a desenvolver e vivenciar emoções positivas e se tornar mais feliz  é papel fundamental de todo bom coach e psicólogo positivo. E, alguns questionamentos favorecem o processo de eliciar emoções positivas, tais como:

- Qual foi a melhor coisa que te aconteceu na semana?

- Qual atividade mais te energiza?

- O que você mais valoriza em você mesmo?

- Descreva um momento em que você foi muito bem-sucedido em relação a essa situação que está me trazendo.

- Quais são os seus três principais pontos fortes?

Um exercício para cultivar as emoções positivas que pode ser praticado diariamente é fazer um pequeno “diário de gratidão”, onde você pode anotar todas as noites, três coisas boas que aconteceram no dia pelas quais você se sente grato, podendo ser  coisas simples ou muito significativas. Esse é um exercício que, comprovadamente, direciona nosso foco para as experiências positivas da vida diária, que muitas vezes nos passam despercebidas.

Que tal começar a praticar e vivenciar mais emoções positivas no seu dia a dia?

BIBLIOGRAFIA CONSULTADA

FREDRICKSON, B. Positividade: Descubra a força das emoções positivas, supere a negatividade e viva plenamente. Tradução de Pedro Libânio. Rio de Janeiro: Rocco, 2009.

HANSON, R. O cérebro e a felicidade: Como treinar sua mente para atrair serenidade, amor e autoconfiança. Tradução de Fernando Santos. São Paulo:Martins Fontes, 2015

 

SELIGMAN, M. Florescer: Uma Nova Compreensão sobre a Natureza da  Felicidade e do Bem Estar, tradução Cristina Paixão Lopes. Rio de Janeiro: Objetiva, 2011.

 

*Cristina Motta –  Personal e Executive Coach pelo ICI (Integrated Coaching Institute)   Credenciado pelo ICF , Wellness e Health Coach pela Carevolution – Wellcoaches, Professional Coach pela ABRACOACHING – licenciada pelo BCI (Behavioral Coaching Institute) . Especialista em Psicologia Positiva e professora do curso de Pós Graduação em Psicologia Positiva – Uma Integração com o Coaching  e do MBA em Psicologia Positiva do PSI +(UCAM/AVM -RJ)


2 comentários